República da Macedónia do Norte. A Grécia aprovou o Acordo

O MUNDO

 

República da Macedónia do Norte. Lembram-se? Tenho vindo a dar aqui noticias sobre as negociações entre a Grécia e a Macedónia para a alteração do nome deste último país independente desde 1991. Agora parece estar tudo terminado. O Acordo de Prespes foi hoje aprovado no parlamento grego.

A Grécia deixa de vetar a entrada da Macedónia nas organizações internacionais (NATO, UE e outras) e a Macedónia adota o nome de República da Macedónia do Norte.

A nova designação do país já foi votada favoravelmente, no parlamento macedónio, no  dia 11. Mas, na Grécia, o Acordo enfrentou grande oposição no parlamento, onde os debates decorreram durante três dias.

Hoje houve finalmente a votação. Mas dos 300 deputados só 153 votaram a favor (145 do Syriza e oito independentes). Vamos aguardar novos episódios…

 

 

 

Negociaram e o Prémio Nobel da Paz vem a caminho

O MUNDO

 

Eles negociaram e chegaram a um acordo. A Macedónia vai passar a designar-se “República da Macedónia do Norte”. Agora, os protagonistas, os primeiros-ministros grego e macedónio, estão nomeados para o Prémio Nobel da Paz.

O que acordaram ainda vai passar pelos parlamentos dos dois países, mas o caminho está quase todo percorrido. 80 dos 120 deputados macedónios já disseram, há algum tempo, sim à adopção de “República da Macedónia do Norte” para designar o país.

Antes, no dia 30 de setembro, a Macedónia foi a votos. O país referendou a possibilidade de alteração do nome do país para “República da Macedónia do Norte”. A maioria dos votantes disse sim, mas a afluência às urnas foi curta e resultado da votação não foi válido.

O diferendo que tem sido mantido entre os dois países parece estar próximo do fim. O sobressalto em que a Grécia vivia, por receios de reivindicações de território da região grega da Macedónia, está apaziguado e os negociadores podem vir a ganhar o Prémio Nobel da Paz.

 

República da Macedónia do Norte

 

A Macedónia, às portas da região grega com o mesmo nome, vai designar-se República da Macedónia do Norte. O primeiro-ministro, Zoran Zaev, entregou a decisão ao parlamento e 80 dos 120 deputados disseram sim à alteração do nome do país. Segue-se um processo de inclusão de uma emenda na Constituição.

Os macedónios já tinham dito sim à alteração no referendo de 30 de setembro, mas só 30% dos eleitores foram a votos e o resultado não valeu. A Lei fundamental do país determina que têm de votar 50% dos eleitores.

Agora aguardam que os aceitem nas instituições internacionais.

 

 

 

Votaram mas não valeu

Os macedónios foram a votos no último domingo. Deviam ter decidido se o seu país, a Macedónia, passava a usar o nome de República da Macedónia do Norte, mas só 36% de um milhão e oitocentos mil eleitores quiseram decidir. Os votos não valeram.

Nos termos da constituição do país os votantes tinham de ser pelo menos 50% dos eleitores. Embora 90% dos que votaram tivesse dito sim à alteração do nome, nada feito. O primeiro-ministro Zoran Zaev disse que vai levar o assunto ao Parlamento.

A Macedónia tem fronteiras com o Cosovo, a Sérvia, a Bulgária, a Grécia e a Albânia.

macedónia -mapa-politico-imagem- Europa.map
Imagem: Wikipédia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Macedónia ou República da Macedónia do Norte?

Os macedónios vão responder, em referendo no próximo dia 30, se querem, ou não, alterar o nome do seu país, independente desde 1991, de Macedónia para República da Macedónia do Norte.

A Macedónia resultou do desmembramento da Jugoslávia. Tem fronteiras com o Cosovo, a Sérvia, a Bulgária, a Grécia e a Albânia.

É a fronteira com a Grécia que motiva um litígio fundamentado no nome de Macedónia. A Grécia teme que os macedónios reivindiquem a anexação da sua região com o mesmo nome. O diferendo tem dificultado a integração do país nas organizações internacionais.

Os Estados Unidos da América Norte (EUA) apoiam o Sim e o Não é “patrocinado” pela Rússia. Ambos os lados sabem porque fazem uma e não outra opção. Os 2,1 milhões de habitantes, com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) elevado (0,748), saberão fazer uma boa escolha.

 

IDH elevado

País Macedónia
Independência 1991
Nome a referendar República da Macedónia do Norte
Fronteiras Kosovo, Sérvia, Bulgária, Grécia; Albânia
População 2,1 milhões
IDH 0,748, elevado

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑