No Porto de Lisboa, ao trabalho normal, podem acrescentar mais 46%

Ontem vi um pouco do debate na Assembleia da República. A dado passo, pareceu-me que o burburinho não se justificava. Alguns deputados pareciam contestar o número de horas extraordinárias que os trabalhadores do Porto de Lisboa podem fazer anualmente (850).

“Porquê tanta confusão? Tem de haver acordo entre empregador e sindicatos”, pensei. Mas é verdade, vendo bem são muitas horas além do período normal de trabalho. Pus-me a fazer umas continhas simples e verifiquei que 850 horas de trabalho extraordinário são mesmo uma enormidade.

Então reparemos: no ano de 2018 (descontando sábados, domingos, feriados e 22 dias de férias)  existem 229 dias de trabalho; se multiplicarmos estes dias por oito (trabalho diário) dá um total de 1832 horas de trabalho normal para este ano.

Vejamos, ainda, outro pormenor: dividindo as 850 horas por oito dá 106 dias de trabalho extraordinário; como os dias de trabalho, este ano, são 229 e as 850 horas representam 106 dias, então, no limite, os trabalhadores do Porto de Lisboa, acrescentariam 46% ao seu tempo normal de trabalho no ano de 2018.

 

 

Imagem: Tiago Petinga (Lusa)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: