Perfurar até às profundezas? E se a maioria dissesse que não?

Por agora, um pouco egoistamente, esqueço que a chuva está mesmo a fazer falta e delicio-me com este sol que aquece, mas não queima.

A costa portuguesa e todo o País querem continuar a dispensar paz e felicidade aos que cá vivem e a todos os outros que gostam de passar por cá.

Possivelmente, para nos mantermos apreciadores do ar que respiramos, da água que nos mata a sede, dos bens que nos alimentam, alguns semeiam preocupações.

Ouvi dizer e até já vi escrito que há quem queira fazer furos no mar e em terra. Que há quem goste de manter a esperança de ver jorrar das profundezas dos campos e dos mares riquezas imponderáveis.

Nem sei se acredito. Mas se é verdade, porque não nos perguntam se queremos furos no âmago do País?

IMG_3052
Foto: Desobrigado (não deixemos estragar).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: