As árvores tombaram

CRÓNICAS DE ÁRVORES

Umas arvorezinhas substituíram umas outras enormes que cresceram neste jardim e foram derrubadas. Apetece-me dizer-lhes que se mantenham pequenas e sem graça, pode ser que assim as serras fiquem longe.

Lembram-se daqueles toros de madeira que pareciam chorar lágrimas vermelhas? Que eram partes das árvores que foram despedaçadas, cortadas aos bocados e as suas raízes foram puxadas lá das profundezas da terra e estalaram, estalaram até se quebrarem pelos elos mais fracos. Depois vieram os camiões e levaram os bocados quem sabe lá para onde.

O Jardim foi recriado. O espaço ficou mais bonito? A esta pergunta não sei responder. Mas parece-me que podiam ter poupados as árvores.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: