Ela pintou a vida

As pinturas de Paula Rego têm pessoas reais lá dentro.

Eu adoro as histórias que a Paula Rego conta na sua Obra. Eu sei que foge ao que o comum dos mortais costuma achar aceitável quando se fala de emoção, mas, é mesmo assim, acontece-me ter vontade de chorar quando vejo os seus desenhos. São tão reais as pessoas que figuram nos seus quadros. O sofrimento do ser humano está ali tão forte, tão comovente. As pinturas de Paula Rego têm pessoas reais lá dentro. Desde as expressões dadas aos rostos, aos desenhos dos corpos, às histórias de vidas contadas, às roupas que vestem as pessoas, aos sapatos que as calçam, aos ambientes onde estão colocadas, tudo é espetacular.

Hoje, a propósito da sua morte, vi tantas imagens da sua obra que, apesar de estar cheia de tristeza por ela ter partido, me deliciaram. Mas também acrescentou tristeza a minha tristeza pela sua morte o facto de ter deixado de acalentar a esperança de trocar umas palavras com ela. Adorava ter-lhe dito como a estimava e como gostava da sua Arte.  

Há quem diga que Paula Rego pintou o medo, pois eu digo que ela pintou a vida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: