Triste, mesmo triste. O analfabetismo em Portugal

O analfabetismo em Portugal continua a apresentar números  impressionantes. Os governantes portugueses não podem fazer alguma coisa por estas pessoas?

É verdade que os últimos dados conhecidos foram recolhidos nos censos à população em 2011. Mas, tristemente, hoje não devem ser muito diferentes.

População portuguesa Analfabetos
Ano

2011

H/M H M H (3,51%) M (6,77%)
10.562.178 5.046.600  5.515.578  177.136  373.405 

Fonte dos dados estatísticos: INE (2017).

Ora vejam lá, em 2011, a população portuguesa era de 10.562.178. Sendo que 5.046.600 eram homens e 5.515.578 eram mulheres. Neste mesmo ano, 3,51% dos homens e 6,77% das mulheres eram analfabetos.

Ora vejam bem, no ano de 2011, existiam 177.136 homens e 373.405 mulheres que não sabiam ler nem escrever.

Já agora indico que o Instituto Nacional de Estatística (INE) explica assim o analfabetismo “… tendo como referência a idade a partir da qual um individuo que acompanhe o percurso normal do sistema de ensino deve saber ler e escrever. Considerou-se que essa idade correspondia aos 10 anos, equivalente à conclusão do ensino básico primário …”.

Resumindo, para que as pessoas vejam claramente, o INE considera que deve saber ler e escrever quem tem 10 anos ou mais. Portanto aqueles que não sabem ler nem escrever, mas que têm menos de 10 anos não contam para o número de analfabetos.

Então, mesmo para finalizar. Em 2011, em Portugal, 550.541 pessoas, com 10 anos ou mais, não sabiam ler nem escrever. Triste, mesmo triste.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: