Hoje estou esquerda com o meu amigo

Há alguns dias que uma expressão insiste em invadir os meus pensamentos. Não sei quando ela surgiu, mas é persistente. Até ouço algumas pessoas a dizer: “deixa-os que eles hoje estão esquerdos”.  Não acredito. Não conhecem esta expressão? Claro que conhecem, pelo menos aqueles que viveram onde eu vivi.

Na minha terra, no tempo em que eu lá vivia, as pessoas não ficavam zangadas, ficavam esquerdas.

Eu sempre soube que se dois amigos estavam esquerdos, estavam muito mais que zangados. Estavam tristes, amargurados, ofendidos. Resumindo: estavam esquerdos, mas não era uma situação duradoura.

Mas porque se usaria o termo esquerdo? Estou cansada de pesquisar, mas as explicações não me satisfazem. Estou a ficar esquerda com as minhas fontes. Vou continuar à procura, porque não vou ficar esquerda durante muito tempo.

Mas, já agora, sempre deixo aqui algumas pistas: ser esquerdo é ser esquivo; fazer-se esquerdo é fazer que não se percebe. Encontrei, ainda, em Dicio.com.br, que ser esquerdo é ser torcido, torto, esquerdino. Já não estou a achar piada.

Ah, já agora, esquerdo é o que fica do lado do coração, que usa preferencialmente a mão esquerda, canhoto (Dicionário da Língua Portuguesa, Porto Editora, 1.ª edição, maio de 2008, reimpresso em 2017).

esquerdos pixabay
Imagem: Pixabay

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: