Pessoas entaladas em quadrados de madeira

COISAS TRISTES

 

O fotojornalista português, Mário Cruz, que está nomeado para o World Press Photo 2019, fez fotografias, que agora mostra, de pessoas que vivem nas margens do rio Pasig que está morto desde os anos de 1990 e agora é uma imensa lixeira. Lá vive gente em condições de tal modo miseráveis que só vendo se acredita. Isto acontece na capital das Filipinas, em Manila.

Ontem vi aquelas fotografias que mostram pessoas entaladas em quadrados formados por pedaços de madeira . Há uma jovem doente infetada pela imundice que a cerca. Ela precisa de oxigénio constantemente para continuar a respirar. Quantos dos que lá vegetam estão ou vão estar brevemente nas mesmas condições degradantes?

Aquele troço do rio Pasig está entulhado de lixo. Como foi possível amontuar-se ali até àquele ponto? Eu vi e li que o rio está morto. Também vi imagens do palácio do presidente do país, que se situa próximo do mesmo rio. Não me parece que lá o tenham deixado morrer.

Nas Filipinas 98,4% dos seus 100,9 milhões de habitantes são alfabetizados. O país tem 300000km2, mas muitas pessoas vivem naquele gueto, numa imundice de onde tiram o que os faz sobreviver para morrerem aos poucos.

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nas Filipinas é 0,699 (2017). É este o problema das médias. Inserem os que estão lá no topo, os que estão ao meio e os que estão lá mesmo no fundo do poço. Aqueles seres humanos que vivem nas margens daquele rio morto atolados no lixo “possuem” um IDH de 0,699.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: