Chorar azeite de um olho e do outro olho chorar vinagre

E se eu vos dissesse que tenho um amigo que de um olho chora azeite e de outro chora vinagre? Diziam-me que não pode ser, que uma pessoa com tais características não pode ter amigos? Mas saibam que não se pode fazer uma interpretação assim, à letra. O que acontece é que ele tem um choro falso. O meu amigo não chora de verdade. O seu choro é uma impostura. Ele de um olho chora azeite e de outro olho chora vinagre. É isto que acontece verdadeiramente.

Há uns dias eu comentava sobre um nosso amigo que teve um cargo político muito bem remunerado, mas perdeu a confiança do seu amigo e também perdeu o emprego. Eu descrevia esta situação, sabendo que entre os dois germinou uma certa rivalidade. Quando falávamos sobre esta situação o meu amigo que de um olho chora azeite e de outro chora vinagre disse: “Coitadinho do nosso amigo, como é que ele vai fazer frente as suas grandes despesas mensais? Como vai ele aguentar-se?” Eu sei que ele estava a chorar azeite de um olho e do outro estava a chorar vinagre.

Imagem: Desobrigado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: