Palco para quem faz promessas. Palco para quem se distrai. Palco para quem tem sorte

EM PORTUGAL

 

Está em debate, na Assembleia da República (AR) o programa do segundo governo de António Costa. Hoje fui dando atenção ao desenrolar dos trabalhos e relembrando alguns acontecimentos mais ou menos laterias ao debate. Vi algumas coisas ridículas e outras oportunistas e vi os palcos que são abertos sem mais quê nem porque não.

PALCO UM

Ele fez promessas. Terminou a campanha. Os votos foram contados e a maioria foi sua. Formou o XXII Governo Constitucional. Levou-o a Belém e o Presidente da República deu posse àquela manifestação.

Começou a cumprir as promessas. A primeira até parece tê-lo deixado um pouco constrangido. É muito bem feito, devia ter pensado bem quando lá fui a primeira vez, mas pronto, já está, deve ter pensado quando virou as costas.

Um jornalista da RTP disse que parecia estar-se em campanha eleitoral. Não, era só um pouco mais de palco.

 

PALCO DOIS

A Presidência da AR estava a votos, quando ele ouviu o seu nome, levantou-se, foi direto à urna de voto que se centrava no hemiciclo. Terminada a caminhada, aconteceu o sobressalto. Tinha-se esquecido de levar o boletim.

Voltou ao lugar, deitou a mão ao impresso e lá foi outra vez, mas, azar dos azares, esqueceu-se de assinalar a sua opção. Não foi capaz de enfrentar outro regresso à bancada. Ali mesmo, pegou na caneta e assinalou, à frente de quem olhava, a sua escolha. Um palco indesejado?

PALCO TRÊS

Ainda não tinha chegado à AR e já a cadeira lhe servia de palco. O espaço é acanhado e o deputado tem de incomodar os vizinhos para se sentar, ouvia-se por todo o lado.

O alarido foi tanto que houve como que uma excursão de colegas para dois dedos de conversa.

Ora francamente! Será a primeira vez que aquele lugar do Parlamento está ocupado?

O burburinho nem tem qualquer justificação, pois nas costas da cadeira existe uma passagem por onde o dono pode entrar e sair quando lhe apetecer, sem incomodar terceiros.

Claro que foi uma maneira de dar palco a quem chegou agora. Os dois outros novos não souberam aproveitar. Se tivessem estudado alguma coisa podia ter surgido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: